Arcee - Transformers Prime Action Figure


Eu não sou exatamente um fanzaço de Transformers.

Eu não vi muitos desenhos, não conheço muitos personagens, e quase tudo que sei sobre a franquia veio do Blog do Amer. No entanto, eu assisti com certa frequência Transformers Prime, e criei uma imensa simpatia com Arcee, por ela ser (na minha opinião, claro) uma das personagens mais dramáticas na série.

Assim, me senti quase na obrigação de desembolsar 70 Gold pra ter uma figura de ação na minha coleção.




Ok, comecemos pela embalagem.










Essa versão da Arcee é da linha Robots in Disguise, e é tecnicamente uma segunda versão da figura, já que outra linha havia feito a personagem pouco antes.

É uma embalagem simples e bonita, que dá um certo gosto em segurar.
...embora eu não consiga descrever ou entender a frase acima.



Logo abaixo do plástico com a figura tem um manual de instruções de transformação, que segundo o manual, é nível 2-Intermediário.

Eeeehhh... Nem tanto, mas já vemos isso.

O manual é muito bem explicado, com o modelo todo cinza com a parte a ser movida em vermelho, e com sugestões de como as armas podem se encaixar (não ficando limitada a elas, bote a lâmina na roda da frente enquanto robô, fica maneiro).


A figura vem com duas armas: um rifle e uma lâmina cortante.

A lâmina se encaixa no rifle, e ambos podem ser acoplados tanto no modo moto quanto no modo robô, tanto a lâmina no rifle quanto ambos separados.

As peças são bastante detalhadas, embora a lâmina seja totalmente cinza, enquanto na série contém pedaços azuis.

Outro ponto que me foi lembrado pelo meu amigo Gui é que na série, Arcee possuía duas lâminas.
...porque ela não vem com duas lâminas é um mistério, uma vez que ficaria 20% mais legal com duas lâminas na roda.





Falemos sobre o modo moto. Eu não faço ideia de qual modelo seja a Arcee, mas na minha mente é uma moto esportiva japonesa e que eu juro que é uma das motos disponíveis em GTA: San Andreas.



E vejam só, ainda tem descanso pra moto, caso você queira deixar ela exposta como uma réplica de moto. Pequeno toque, mas é interessante.


A parte traseira deixa à mostra as mãos de Arcee, o que me faz imagina que numa missão real isso poderia denunciá-la, mas divago, o design é bem fiel ao modelo de moto.



E vamos à transformação. O primeiro passo é abrir as "asas" de Arcee, que enquanto na série são asas semelhantes às do Anjinho, na figura lembram mais o Céuboy.

...mas que raio de analogia.







Após a abertura das asas, puxe a peça que contém as asas e a roda totalmente pra trás, girando  a peça com pneu, então abra os braços, para tirar as mãos do caminho para que as pernas possam vir.


Interessante notar que há um mecanismo de engrenagem (imagino eu, não manjo muito de engenharia) que liga a cintura e o busto com a cabeça. Ao mover a cintura, a cabeça automaticamente aparece pra dizer "oi".

E se a cabeça da sua Arcee não disser "oi", então seu brinquedo está com defeito e eu sugiro que você volte na loja e troque por uma versão funcional.

Enfim, após tudo isso, sua Arcee deverá parecer um monociclista de sinal fechado em troca de uns trocados, assim como na figura:



E então faltará o último e mais doloroso passo para a conclusão: os pés.





Abra esse pedaço que segura o pneu e que eu juro que não sei se tem nome específico mas o meu amigo Àlvaro vai vir correndo me dizer após ler este parágrafo desprovido de vírgula não sem antes tomar um ar pra respirar. E é então que entra a parte difícil.



Veja bem, a roda é composta de duas partes que se completam, assim como as metades da laranja, dois amantes, dois irmãos, duas forças que se atraem sonho lindo de viver. E tal qual casais irritantes que ficam se tratando com um nível de "carinho" que seria estupidamente alto até pra Homer e Marge Simpson, as metades são extremamente difíceis de se separar.

Se for tentar abrir com unhas pequenas, desista. Se for com unhas grandes, vai doer um pouco, mas com um pouco de paciência e jeitinho cê consegue abrir. Minha sugestão é que se use uma lapiseira daquelas com ponta, ou tampa de caneta. E treino, porque abrir ele em movimento é meio complicado. Mas uma vez que se faça duas aberturas, o resto é moleza.

E talvez por isso essa figura esteja no nível 2.


E aqui nós temos Arcee em toda o seu esplendor e flash ridiculamente desregulado da câmera.








De movimentação, a figura tem 15 pontos de articulação (braços, mão, pernas, etc); e ao todo cerca de 30 (pelo que pude constatar, alguns contam 40). Mas isso não conta muito, já que a articulação é um tanto quanto fraca, em alguns pontos.

Veja bem, ela é variada e dá pra fazer umas poses bacanas. No entanto, a parte azul do braço se move apenas em uma direção, e não tem a liberdade esperada de uma junta esférica. Se forçar o braço pode sair (mas facilmente remontado, não se preocupe se algo assim acontecer).


Por algum motivo, eu AMO
o design "cheio" das pernas dela.
Outra coisa muito bacana é a parte de plástico transparente atrás da cabeça 


Que tem ligação com os olhos e nos permite tirar fotos excelentemente épicas como


A seguir, tentei algumas poses com ela.




















É... como deu pra notar, outros bonecos não servem bem pra montar ela, devido ao tamanho das "asas", coisa que aparentemente não acontecia com tanta frequência com a versão anterior.



A versão robô é extremamente fiel à personagem, e embora não seja padrão FIGMA de fidelidade, por si só é uma boneca bonita e que dá pra fazer algumas poses, embora limitadas.

Se tiver uma grana sobrando e for muito fã da Arcee, vale a pena ter na coleção.

0 comentários:

Postar um comentário