PAC-MAN Championship Edition DX+: Uma releitura insana de um clássico.


Olá pessoas que acompanham o Super Review Time! (e olá pessoas que só vêm aqui de vez em quando) Hoje, depois dessa minha “pausa” (com aspas mesmo. Lê-se: sumido por um ano) resolvi trazer aqui uma releitura desse jogo clássico: Pac-man.  Descobri essa pérola a pouco tempo, mais ou menos uma semana, e posso afirmar que PAC-MAN Championship Edition DX+ é uma das coisas mais exageradamente incríveis que eu já vi. Não acredita? Então veja.






Quando falei em exagero eu não tava brincando. O jogo consiste nas mesmas regras clássicas: corra pelo percurso, coma as pílulas, fuja dos fantasmas... O problema é a quantidade absurda deles! Além dos quatro fantasminhas clássicos você ainda é obrigado a se desviar dos “sleeping ghosts”, esses verdinhos da imagem acima. Porém quando você passa por perto deles, eles acordam e ficam te perseguindo e quando menos perceber, terá uma legião de fantasmas na sua cola (Call the ghostbusters!).


Eis que então você encontra uma pílula gorda, então a verdadeira festa começa: nada poderia ser mais satisfatório e emocionante do que acabar com seus seguidores indesejados, um por um, conseguindo uma pontuação absurda. Esse feito, unido com os efeitos sonoros e visuais coloridos e gritantes me trouxe uma satisfação tão grande que me fez perguntar “Putz! Porque esse jogo não era assim quando eu era mais novo?”



                Além da alta densidade demográfica de fantasmas, os labirintos são “infinitos”, isso é, o jogo não termina quando come-se todas as pílulas.  Ao invés disso, uma fruta/comida/coisa aparece e, quando comida, enche o labirinto de pílulas novamente, além de mudar a forma do mesmo.  O jogo só termina quando o timer chega a zero, ou quando se perdem todas as vidas. A velocidade do jogo também aumenta gradativamente baseada na quantidade de fantasmas comidos, porém existe um sistema de bombas (que ao serem usadas fazem os fantasmas retornarem à caixa central) e Bullet-Time (sim, quando está prestes a morrer, tudo fica em câmera lenta, para que possa mudar de rota mais facilmente). Esses recursos acabam deixando o jogo mais fácil, mas nem tanto.


                Uma coisa curiosa é que bombas e pílulas gordas podem ser encontradas dentro dos fantasmas, desse jeito é possível fazer combos e pontuações absurdas!


 Todos os modos de jogo são feitos para que uma pontuação absurda seja atingida, já que ela vai para um ranking mundial e de seus amigos na Steam, só pra deixar tudo bem competitivo (daí o nome “Championship Edition”).


Falando em modos de jogo, existem os Score Attacks (de 5 e 10 minutos), Time Trials (curtos e longos, vários para cada percurso), Ghost Combos (um modo que consiste em ver quantos fantasmas podem ser comidos de uma vez), além dos percursos especiais, que têm jogabilidade própria (esses são o Half, Darkness, Championship II e Free). Ao todo, são 14 percursos diferentes para se divertir.


               
                Além de tudo isso, existem várias skins para serem utilizadas no jogo, todas bem coloridas e chamativas. Ainda é possível comprar skins com as temáticas de Dig-Dug e X-Rally, outros clássicos da Namco. A trilha sonora é uma das mais viciantes que eu já ouvi, fez com que eu ficasse jogando por horas, só pra ouvir a música. Vai desde músicas com ritmo acelerado, trance, até as mais calmas e alegres.




                PAC-MAN Championship Edition DX+ é excelente pelo simples fato de ser exagerado, frenético e viciante.  Com certeza é um jogo pra se jogar muitas e muitas vezes.

0 comentários:

Postar um comentário